Discurso em nome dos homenageados - EEP 50 Anos

EEP 50 Anos - Escola de Engenharia de Piracicaba

EEP 50 Anos - Escola de Engenharia de Piracicaba

FATOS E PALAVRAS

Escola de Engenharia de Piracicaba

Discurso em nome dos homenageados

Por Antonio Mauro Ferraz de Negreiros em 15/03/2019


Fui admitido nesta instituição em 8 de março de 1973 no cargo de professor recebendo inicialmente Cr$1572,50. Após 46 anos, sou empregado mais antigo em atividade na escola e certamente por esse motivo a comissão organizadora desta solenidade houve por bem conceder a honra de ser homenageado e porta-voz dos demais aqui presentes. Agradeço por eles a especial distinção.

Voltando ao passado confesso que desejava atuar como profissional engenheiro, como sempre fui não estando nos meus planos um dia me tornar professor. No final do ano de 1972 próximo de concluir curso de pós-graduação, que fazia para aprimoramento profissional e não com objetivo docente, meu plano de vida mudou completamente. Acabara de ser eleito prefeito desta cidade meu amigo Adilson Maluf que insistiu no meu retorno à Piracicaba para presidir o SEMAE.

Num primeiro momento pensei em declinar do convite uma vez que ao término do seu mandato estaria desempregado. Por sorte a EEP na época estava contratando professores para ministrar aulas já que a primeira turma de alunos estava chegando ao quinto ano. Foi quando pude prestar concurso e ser designado para ministrar aulas em disciplina da minha área de atuação. Foi a decisão mais acertada da minha vida. Não fora isso não teria conhecido minha esposa Ivete que me deu cinco filhos maravilhosos e hoje curto seis netos. Pude assim ao longo de todos esses anos conhecer alunos, professores, funcionários e dirigentes, que como que como eu adotaram esta casa como domicílio profissional.

Pude saber que cidadãos como Humberto de Campos e Anivaldo Pedro Cobra, festejados professores da ESALQ que emprestaram seus prestigiados currículos para ministrarem aulas nos primeiros anos alavancando com qualidade o nome da EEP.

Pude conhecer Ricardo Abe competente e respeitado professor de matemática que até hoje junto com Anivaldo Cobra, são convidados frequentes de ex alunos nas comemorações quinquenais de formatura.

Pude conhecer funcionários estão antigos como eu que ainda estão em atividade como é o caso do João Paulo Araújo e Laurinda José Miguel de Andrade, ele professor de educação física além de auxiliar de laboratório e ela dedicada responsável na secretaria pelo controle de faltas de alunos e professores.

Pude conhecer Luiz Rodrigues Romanelli notável secretário acadêmico. Dominou como poucos todos os assuntos inerentes ao cargo que desempenhava. Foi o primeiro funcionário da FUMEP a ser admitido em 1968 como escriturário excedendo funções inicialmente inespecíficas, porém auxiliar direto do então eminente condutor da EEP professor Hugo de Almeida Leme ex-diretor da ESALQ e ministro da Agricultura do governo Castelo Branco.

Luiz Romanelli tornou-se secretário acadêmico e por que contou com assessoria de funcionários da ESALQ. Tinha que ir lá pessoalmente para se inteirar e solucionar dúvidas. Muito trabalho ele fez por intuição, com acertos e erros.
No início fazia sozinho todos os serviços de secretaria, chegou inclusive rodar provas em mimeógrafo a álcool, a xerox da época.

Tornou-se com tempo, pelos seus conhecimentos adquiridos, auxiliar imprescindível de diretores acadêmicos, o que lhe valeu o apelido bem-humorado de dono da escola.

Pude conhecer alunos notáveis como Gerson Ribeiro de Melo da primeira turma, formado como melhor aluno da sua classe e hoje nosso colega docente. João Carlos Scudeller, da segunda turma que levei para o SEMAE como estagiário, depois contratado como engenheiro após sua formatura e mais tarde colega professor e meu chefe como diretor acadêmico que foi tendo sido o primeiro ex aluno a chegar a esse cargo.

Pude conhecer Débora Márcia de Campos, bibliotecária que contribui muito com a catalogação e organização do acervo bibliotecário inicialmente adquirido pela escola. Pude conhecer distintos dirigentes como José Carlos Chitolina, professor, coordenador do curso, diretor acadêmico e interventor numa fase atribulada dessa instituição.
Antônio Carlos Copatto que como diretor executivo proporcionou nos últimos nove anos notável trabalho em prol da expansão desta escola.

Por fim pude assistir à formação profissional de todos as joias da coroa que são 6817 egressos desta escola razão única da existência dessa instituição que ao cabo destes 50 anos abrigou os cursos de Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Ciências da Computação, Administração, Engenharia Ambiental, Engenharia Mecatrônica, Tecnologia em Fabricação Mecânica, Engenharia de Produção, e a recém-criada Engenharia de Computação.

A esses milhares de profissionais aqui formados devemos nosso respeito e gratidão por sermos o que somos.


Categorias: Palavras

Confira nosso calendário de festividades dos 50 anos da EEP e participe!

PATROCÍNIO

Endereço

Av. Monsenhor Martinho Salgot, 560 - Areião, Piracicaba - SP, 13414-040

Telefone

(19) 3412-1100

Email

eep50anos@fumep.edu.br